Artrose

Artrose é o “desgaste” do joelho, comum após os 60 anos e que frequentemente causa dor, inchaço e limitação dos movimentos.

O tratamento adequado permite que muitos pacientes permaneçam sem sintomas e ativos, sem necessidade da cirurgia de prótese total de joelho, que deve ser considerada como a última opção.

Nos tratamentos que visam a evitar a cirurgia podem ser utilizados os seguintes recursos:

  • Fisioterapia: seu benefício é indiscutível na melhora do quadro;
  • Exercícios de fortalecimento muscular. Sim, pacientes com artrose podem e devem fazer musculação utilizando cargas leves e amplitude de movimento controlada. Pacientes com dor articular muito intensa podem utilizar exercícios isométricos;
  • Exercícios aeróbicos: melhoram a vitalidade e promovem bem-estar. O condicionamento aeróbico pode ser feito com atividades como hidroginástica, natação, ciclismo e caminhadas leves. Devem ser evitadas as atividades com impacto acentuado, tais como corrida e saltos;
  • Perda de peso: É fundamental, pois a redução corporal de 0,5kg pode representar uma redução de até 2kg na articulação do joelho;
  • Analgésicos e anti-inflamatórios: devem ser utilizados com cautela, pois o uso crônico pode causar efeitos colaterais graves;
  • Infiltração com corticóide: promove melhora importante da dor por algumas semanas. Pode ser utilizada na falha das medidas relacionadas acima ou em caso de dor muito intensa;
  • Viscossuplementação com Ácido Hialurônico. Este procedimento é realizado no consultório, proporciona a diminuição da dor e a melhora da lubrificação da articulação, além de diminuir a inflamação.

O uso de joelheiras é controverso, a maioria dos estudos biomecânicos e clínicos não demonstra benefícios.

Marque sua Consulta