Condromalácia ou Condropatia Patelar

Dor na região anterior do joelho, que piora com atividades físicas como subir e descer escadas e ao permanecer um longo período sentado na mesma posição, associada a crepitação (rangido), inchaço e falseio são queixas frequentes de pacientes que sofrem de Condropatia Patelar ou Condromalácia e tais sintomas podem limitar atividades cotidianas e esportivas.

A causa da condromalácia é multifatorial e, na maioria dos casos, secundária a uma sobrecarga por mal alinhamento patelar ou desequilíbrios musculares, acometendo mais as mulheres.

Fatores relacionados à condição do paciente: fraqueza do quadríceps, desequilíbrio da musculatura do quadril, frouxidão ligamentar acentuada, mau alinhamento patelar, fraqueza dos músculos rotadores externos e abdutores do quadril, principalmente glúteos médio e mínimo. Outros fatores envolvidos: atividade esportiva, condições do ambiente de treino, como superfície e equipamento inadequados.

O diagnóstico específico da lesão da cartilagem é feito pelo exame de imagem Ressonância Magnética do joelho, que mostra detalhadamente a lesão e o grau de comprometimento da estrutura.

O tratamento inicial da condromalácia é através de medidas não cirúrgicas e baseado em programas específicos de reabilitação (fisioterapia, fortalecimento e reequilíbrio muscular) associados ao uso de medicamentos. A viscossuplementação com ácido hialurônico também pode ser utilizada.

O tratamento cirúrgico é reservado para casos crônicos que não obtiveram melhora com tratamento conservador e pode ser dividido em duas abordagens, a primeira visando a corrigir um mal alinhamento do mecanismo extensor e a segunda para tratar a cartilagem enferma.

Na suspeita de lesão, consulte sempre um ortopedista especializado em joelho. A relação desses profissionais em todo o Brasil pode ser encontrada no site da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho (SBCJ) e no site da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte (SBRATE).

Marque sua Consulta